sexta-feira, 17 de julho de 2009

Não sei bem como falar deste assunto...

...é algo que me incomoda e que não costumo falar com muita gente, pois nem todos entendem. Ansiedade? sabem o que é? Concerteza que todos nós já vivemos situações de ansiedade...mas a ansiedade a que me refiro é aquela ansiedade forte, que provoca medos, ataques de pânico, pensamentos parvos e sei lá mais o quê...
Ando assim, como medo de tudo e de nada...quero ir caminhas, mas não vou sozinha pk tenho medo, quero ir á piscina mas ñ vou sozinha pk tenho medo...ou seja, acabo por não ter vida própria...sinto-me bem em minha casa, na casa da minha mãe e com as pessoas que me transmitem a segurança que eu quero sentir nestas alturas.
O pior é que nestas alturas passo a não dar valor a nada...nem no meu bebe consigo pensar...parece mentira mas é verdade, isto é horrível.
Passo o dia todo em alerta com o meu corpo, todos as sensações, todos os sintomas são motivos para eu pensar e pensar e pensar...é pos isso que eu sou tão mas tão insegura de mim mesma percebem?
QUERO SER FELIZ, SÓ ISSO!
Claro que chego á noite cansadinha. É tão dificl explicar o que quero realmente explicar:(
Tou a pensar voltar é psicologa no incio de Agosto, pelo menos ando mais "segura"...e continuar com o meu mini-ansiolítico á noite (o médico disse que não havia problema nenhum)
E pronto...já descarreguei um bocado...

Amanha vou ter casamento, e domingo Festival.
Bom fim de semana.

Ps: Obrigada por estarem aí.

9 comentários:

eu disse...

É tão normal sentires te assim...na fase em tu estás eu era igual.....pouco pensava no baby, infelizmente :( andavas empre com um aperto no peito, uam dor aguda. Uma ansiedade!!!
E se antes já andavas no psicologo agora acho bem que voltes por uns tempinhos, até te voltares a sentir em forma, mais segura. Mal não te faz e ajuda desabafar ;)
BJS MTO GDS Mamã!

Mafalda, Rui e Constança disse...

É preciso é calma.
Tens de ter mais confiança.
Força ;)
Beijinhos

Alexandra e Pedro disse...

Tem calma amiga...quando te sentires assim respira fundo conta até 10 e levanta a cabeça!

E pensa no bebuco, não te vou dar novidade nenhuma ao dizer que eles sentem tudo, pois não?Logo, se estás ansiosa...

Vá, alegra-te com a benção que tens, com a sorte que mts desejam alcançar e não conseguem e vive um dia de cada vez...daqui a nada estás no fim da gravidez e vais lamentar não curtir o estado de graça como deve ser!

Mil beijos e qualquer coisa estou aqui!

Xana

elsa cruz disse...

Olá querida, podes não acreditar mas consigo entender-te perfeitamente, tambem sofro de ansiedade,não tanto como tu, é terrivel!Ando constantemente ansiosa até por causa da minha casa, limpezas,cozinhar enfim tenho aquelas rotinas normais mas se eventualmente me alterarem essas rotinas já fico super stressada, o meu amor tenta acalmar-me pq de facto stresso com coisas fúteis!Nesta fase em que estás prestes a descobrir o sexo do teu filhote tambem é normal essa ansiedade, mas tem calma e se na psicologa te sentias melhor, força amiga volta porque não faz mal nenhum. Bjs e fica bem.Já fui á consulta, ontem, estou com 8 semanas e já vi e ouvi a minha estrelinha!Tive um final de tarde maravilhoso!

Anónimo disse...

Olha miuda, não és a unica a ter medos, eu também tenho os meus receios e angustias ora fisicos ora psicologicos! Mas a vida é mesmo assim quando precisamos temos que procurar ajuda em pessoas amigas ou especialistas, força! Bjokas

Pcris

Lena disse...

Vai correr tudo bem!!!!!!!
O que tu sentes é normal...Tás a viver um sonho muito desejado por isso é normal sentires medo de que algo corra mal...mas vai correr tudo bem!!!!
O menino jesus de praga VAI PROTEGER-TE a TI e ao teu bébe!!!

Maruja disse...

Olá minha querida, o ano passado, depois da minha ICSI negativa passei por uma grande fase de ansiedade. O médico de Medicina Tradicional Chinesa ajudou-me bastante a relativizar os problemas e por as questões realmente importantes em análise.
Uma coisa que me tem ajudado muito a manter a sanidade mental é caminhadas. Não sou adepta de exercicio fisico e muito menos de ginásio. Mas digo-te que as minhas caminhadas diárias de 45 minutos fizeram milagres! Ajudam-me a esvaziar a cabeça de pensamentos tolos e fortalizam-me o corpo.
Um beijinho e espero que rapidamente encontres a harmonia no teu corpo!

Liana disse...

Eu compreendo Amiga.

Beijos nossos em vocês

quica disse...

Amiga, tinha mesmo de te dar uma palavrinha. Se bem te lembras eu andei praticamente 10 anos com agorafobia, que é o que tens. No inicio era terrivel porque não se falava muito no assunto, agora já é mais fácil encontrar pessoas que têm o mesmo problema e o assunto é tratado com naturalidade e principalmente com a certeza da cura. Quando engravidei pensei muito nisso, já que tinha ataques de pânico frequentes. Não vivi a gravidez de uma forma calma e tranquila, serena e feliz, vivi-a sempre a pensar nos meus medos, de ter um ataque de pânico e não saber o que fazer por causa do bebé, não conseguia ir caminhar sózinha, ir ao shopping, supermercado...começava logo a suar e a ter palpitações. A minha médica nunca me deu nada para tomar, dizia que queria evitar, e eu estava num sofrimento tal que não vivi uma gravidez plena. Aguentei-me 9 longos meses sem comprimidos, mas enfiada em casa, pois era o único sitio onde me sentia "segura". O meu coração em repouso batia 130/min, tinha arritmias, fiz 2 electrocardiogramas, 1 ecocardiograma e um exame de vigilância cardiaca 24h seguidas. Para veres como eu estava! Tudo normal, claro, mas os médicos queriam verificar. E os médicos diziam que eu estava numa ansiedade enorme e para ir andar que me fazia bem e não compreendiam que eu NÃO CONSEGUIA...simplesmente não conseguia. A cabeça ordena uma coisa, os nossos medos não fazem sentido mas sentimo-nos impotentes pq estão lá. Para aguentar arranjei estratégias, posições etc etc...E meti na cabeça de uma forma tão profunda, foi como se estivesse a dar uma ordem ao meu corpo e tivesse obrigatoriamente de obedecer, que não iria ter nenhum ataque até, durante e o pós parto. Hoje ando a fazer psicoterapia, e o "engraçado" é que realmente não tive mais ataques mas a minha ansiedade voltou-se para outros lados, como se precisasse ser compensada de alguma forma. Mas tenho aprendido muito, esta psicoterapeuta e formada essencialmente em ansiedade e o que importa não é desabafares com a tua psicologa. O importante são as estratégias. As estratégias que um bom terapeuta arranja para que deixes de sentir esse medo são fabulosas e resultam verdadeiramente. Procura um psicólogo especializado e VAI antes que essa barriguinha comece a crescer e a pesar, porque depois, com a dificuldade respiratória acrescida a coisa fica pior (e não te assustes com isto). Não sei de que zona és, mas procura na net uma psicóloga chamada Madalena Lobo (FABULOSA) e tenta contactá-la por mail para ela te dar alguma informação sobre o melhor especialista para ti. Eu escrevi-lhe com 7 meses de gravidez num desespero total e ela foi 10* e integrou-me num programa maravilhoso que se chama "psicologia para todos" mas que infelizmente de momento penso que só existe em Lisboa e Braga. Não deixes avançar essa ansiedade, já te acompanho e sei que a sentes há muito. Combate-a de raíz. Daqui fala quem passa(ou) pelo mesmo.

Beijoquitas

Felicidade

Felicidade